Sugestões sobre Seguança

Depois de uma incursão, em vários quarteirões do bairro Bela Vista, em Julho de 2010, onde se recolheu, entre muitos moradores, suas opiniões quanto a ações do Poder Público, favoráveis a todos, e algumas reivindicações do momento, os quais seriam formalizadas em carta-documento e enviada às autoridades competentes.
.
Além disto, promoveu-se, em resposta, também a esta investida, um encontro de moradores e o Capitão França, membro do Batalhão de Polícia Militar cediado em nossa cidade, a respeito de Segurança, com sugestões a serem desenvolvidas pela igreja e pelos moradores.
.
.
Sugestões sobre Segurança, pelo Capitão França, em Agosto 2010
.

Segurança: “Não basta orar, tem que vigiar. Não basta remediar, tem que prevenir. Não basta terceirizar, tem que colaborar. Não basta comprar, tem que manter. Não basta instalar, tem que gerir. Não basta eleger, tem que participar. Não basta falar, tem que haver entendimento. Todos devem zelar pela segurança, o tempo todo. Segurança é uma "cultura", necessária à vida. Essa responsabilidade deve ser compartilhada conforme o Art. 144 da Constituição Federal: A segurança é dever do Estado, direito e responsabilidade de todos”.

IGREJA

1. Promover encontros periódicos entre lideranças das Igrejas e autoridades (executivo e políticos) responsáveis pela segurança publica, no sentido de tomar conhecimento a respeito da política municipal de segurança publica e seus resultados[F1] ;

2. Participar como membro do Conselho de Segurança Publica Municipal[F2] ;

3. Distribuir informativo sobre condutas a respeito da prevenção criminal[F3] ;

BAIRRO

1. Criar a figura do zelador do quarteirão que tem como objetivo reunir em períodos determinados os moradores do seu quarteirão, adotando medidas conjuntas dos moradores para prevenir a ocorrência de delitos, ainda propor e executar ações sugeridas pelos órgãos ligados a segurança publica[F4] ;

2. Aperfeiçoar uso de sistemas eletrônicos de segurança;[F5]

SEGURANÇA PESSOAL

Segurança pessoal é um conjunto de ações preventivas, adotadas com vistas à assegurar a integridade física, mental ou moral de si ou de outrem.

Nada é 100% garantido quando o assunto é segurança:

90% prevenção

05%reação

05% outros.

A prevenção representa 90% em segurança, sendo assim, as ações devem se concentrar nessa etapa.

Em geral todo assalto conta com uma determinada preparação que consiste em:

1 º Pré-eleição do alvo: Essa fase pode levar meses, dias ou apenas alguns segundos. È a fase em que ele irá escolher quem abordar.

2º Identificação do alvo: O alvo foi escolhido, geralmente o mais fraco, mais distraído ou com base no que ele procura(bolsa, modelo de carro, etc).

3º Vigilância(*): Período em que ele avalia toda situação antes do ataque(abordagem).

4ºPlanejamento: O criminoso já tem tudo o que precisa, agora ele planeja como será o ataque (dia, hora, local, forma de abordagem, arma, etc).

5ºAtaque(**): O criminoso faz a abordagem. Nessa fase já não há como fazer prevenção. Menos de 5% de êxito nas ações de interrupção.

(*)Melhor momento para interromper a ação do criminoso.

(**)Pior momento para interromper a ação do criminoso.

Sobre o criminoso:

- Não quer ser exposto;

- Sempre faz uma seleção das vítimas;

- Sempre irá escolher o mais fácil, ou seja, o mais despreparado;

- Durante um assalto o criminoso está nervoso e com medo;

- Reagir é uma atitude de altíssimo risco. O criminoso faz a abordagem. Nessa fase já não há como fazer prevenção.

- O criminoso não tem descrição exata. O modelo de criminoso trajando chinelo e bermuda está ultrapassado , hoje muitas pessoas relatam ter sido abordadas em semáforos por homens elegantes de terno e gravata, ao abrir o vidro foram assaltadas. A participação de mulheres também cresceu muito nos últimos tempos.

Como se prevenir:

- Tenha uma postura pró-ativa, evite atitudes de perseguição, mas esteja atento, pois os ladrões preferem escolher vítimas que estejam distraídas.

- Preste atenção em pessoas paradas perto dos lugares que freqüenta.

- Se você beber faça-o moderadamente, para não perder os reflexos e a vigilância.

Observe sempre:

- O comportamento;

- As mãos (geralmente escondidas nos bolsos);

- Os olhos (dizem que os olhos são o reflexo da alma, isso de fato funciona, observe os olhos e saberá se há ou não intenção ruim).

- Caminhe observando tudo o que acontece ao redor (atenção 360º);

- Ao identificar um suspeito em potencial observe suas mãos e se possível seus olhos;

- O criminoso tem o espaço como seu inimigo, ou seja, ele precisa “fechar o espaço”, precisa se aproximar para realizar a abordagem. Sendo assim mantenha sempre 20 metros de um suspeito;

- Ninguém assalta ninguém a distância.

- Quando o suspeito está fechando o espaço entre vocês (ex. caminhando em sua direção), proceda assim:

- Mude de calçada e observe o comportamento do suspeito;

- Se o suspeito mudar também a probabilidade dele te abordar passa a ser muito maior;

- Não permita que ele “feche o espaço”, se isso acontecer você não terá mais nada para fazer. O criminoso terá “vencido”.

Para não fechar o espaço:

- Procure um local para se abrigar, um local bastante movimentado ou um local com seguranças ou policiais;

- Se não houver onde se proteger mude o sentido de direção (assim você mantém o espaço entre vocês dois);

- Veja explicações a seguir para não fechar o espaço

- Procure um local para se abrigar, um local bastante movimentado ou um local com seguranças ou policiais;

- Se não houver onde se proteger mude o sentido de direção (assim você mantém o espaço entre vocês dois);

Veja explicações:

O criminoso está vindo em sua direção: Mude a direção, volte mantendo o espaço entre você e ele.

Ele apertou o passo em sua direção: Procure um local seguro, movimentado (ex. loja, mercado, etc.).

Não há locais para se proteger - Corra e observe o comportamento do suspeito. Corra antes que ele feche o espaço entre vocês, depois da abordagem nunca corra!

Se ele correr em sua direção está claro que ele pretende cometer um delito, sendo assim grite.

Geralmente o criminoso não irá correr atrás de você, ele não quer chamar a atenção, prefere escolher outra vítima menos preparada.

O que gritar?

Gritar “socorro” faz as pessoas ao redor recuarem pois fica claro que há perigo.

Gritar “fogo” desperta o interesse das pessoas, fazendo-as sair das casas para ver onde está o fogo.

Gritar o nome de alguém, “Paulo”, é a melhor opção, o criminoso achará isso muito incomum e ficará com medo de haver mais pessoas no local (quem é Paulo, um homem, um policial, um cão feroz?). As chances dele desistir são grandes.

Regra: Se tiver o pressentimento de que alguém vai te abordar “nunca” feche o espaço. Muitas pessoas que foram assaltadas relatam que perceberam que algo iria acontecer e não fizeram a prevenção.

LOCAIS

Em casa:

- Portas e janelas devem ser resistentes e ter fechaduras e trancas confiáveis. Instale olho-mágico nas portas. Travas de segurança e cadeados, nos pontos mais vulneráveis, também são úteis. Quando necessário, instale grades, de preferência internas. E não se esqueça das portas e janelas dos fundos, por onde os ladrões preferem entrar.

- Exaustores e aparelhos de ar-condicionado devem ser presos firmemente à base que, por sua vez, deve ser fixada em estrutura de concreto armado que circunde a abertura feita para a instalação.

- Mantenha a maçaneta de janelas basculantes presa à haste de acionamento, por meio de cadeado ou mesmo de um arame grosso torcido com alicate.

- Providencie iluminação para as áreas externas de sua casa, mas não deixe luzes acesas durante o dia. Células fotoelétricas podem automatizar o liga/desliga.

- Isole o acesso ao sótão da casa, localizando-o de preferência no banheiro ou em outra dependência que possa ficar trancada por fora à noite ou durante a sua ausência.

- Faça poda periódica em árvores e arbustos para manter a visão de dentro para fora livre, e para que não sirvam de esconderijo.

- Se o interior de algum dos cômodos de sua casa pode ser visto da rua, mantenha as cortinas ou persianas fechadas.

- Na medida do possível, instale equipamentos eletrônicos de segurança, que, de acordo com a necessidade, podem ser desde um porteiro eletrônico até alarmes, câmeras de vídeo, sistema de monitoramento remoto e sensores de presença. Certifique-se de que a empresa responsável é idônea e é cadastrada na Polícia Federal.

- Se você contratar serviços de vigilância particular ou de guarda-costas verifique, também, se a empresa é cadastrada na Polícia Federal.

- Se for possível, mantenha um bom cão de guarda, adestrado, na área externa da casa.

Chaves

- Se você tem empregados, não deixe todas as chaves da casa com eles. Eles podem ser forçados a permitir a entrada de ladrões.

- Quando for dispensar algum empregado, troque sempre o segredo da fechadura, pois ele pode ter feito cópia das mesmas.

- Se alguma chave for perdida, troque o segredo da fechadura correspondente.

- Não use qualquer identificação no seu chaveiro.

Recebendo pessoas

- Apenas abra a porta após identificar quem está lá fora, pelo olho-mágico ou pelo porteiro o eletrônico.

- Nunca abra a porta para desconhecidos.

- Somente permita a entrada de funcionários de concessionárias de serviços públicos (água, luz, telefone, gás e correio) e de outros técnicos devidamente identificados e autorizados. Na dúvida, telefone para a empresa e verifique. Não receba pessoas que ofereçam serviços que você não solicitou.

- Mesmo sozinho em casa, se algum estranho bater, converse alto como se houvesse alguém junto de você: “Pai, vou ver quem é!” Em último caso, peça uns instantes para buscar a chave ou desligar o fogão e ligue para a polícia.

- Se você solicitar uma entrega, e o entregador não for conhecido, não o atenda de imediato. Pergunte o seu nome e ligue para a empresa para ter certeza de que ele trabalha lá.

- Dia-a-dia

- Mantenha os portões e portas trancados, mesmo em intervalos curtos de tempo, inclusive quando você está em casa. Oriente as demais pessoas da sua casa a fazer o mesmo.

- Durante a lavagem de tapetes, limpeza de calçadas e áreas externas, tranque a porta ou o portão e deixe a chave com alguém dentro de casa.

- Se houver portão automático, aguarde o fechamento antes de deixar a entrada.

- Evite ser acompanhado pela família até a garagem na hora de sair de casa.

- Observe o movimento da rua antes de sair ou retornar para casa. Se perceber a presença de pessoas ou veículos estranhos ou em atitudes suspeitas, não entre (continue seu caminho) ou saia de casa, ligue para a polícia e procure descrever detalhes das pessoas (altura, cor da pele, cabelo, idade aproximada e roupas) e dos veículos (cor, marca, modelo).

- Oriente a família e os empregados para que não dêem informações pelo telefone e nem comentem com estranhos sobre bens que a família possua e sobre os hábitos da casa.

- Não forneça informações sobre sua rotina diária.

- Mude sempre que possível o roteiro de deslocamento de casa para o trabalho e vice-versa.

- Não guarde valores e jóias em casa. Faça seguro e deixe-os em cofres de agências bancárias.

- Se você ouvir barulhos suspeitos fora de casa, acenda as luzes externas e nunca abra a porta para verificar o que está ocorrendo. Se o barulho estranho for dentro de casa, acenda todas as luzes que puder. Se algum ladrão estiver tentando roubar por achar que não há ninguém no local, irá desistir.

Empregados

- Ao contratar empregados domésticos, prefira sempre aqueles que apresentem referências e sejam indicados por pessoas de sua confiança. Tome os mesmos cuidados com a contratação de serviços de manutenção ou reforma.

Crianças

- Evite deixar que fiquem sozinhas próximas ao portão ou que atendam ao telefone.

- Oriente e cuide para que não abram a porta para pessoas estranhas, sem a aprovação de um adulto.

Complementos

- Tenha os telefones de emergência fixados em um local de fácil acesso na casa.

- Mantenha um bom relacionamento com os vizinhos e informe-se sobre o que ocorre nas proximidades.

- Estabeleça códigos de acesso à sua casa, para que se um dos moradores for surpreendido por assaltantes, possa avisar aos outros de que algo não está bem. Códigos entre vizinhos também podem ajudar.

O que fazer se algo acontecer

- Mantenha a calma e tranqüilize seus familiares.

- Se você combinou algum código com seus parentes ou vizinhos, e esse código foi acionado, procure ganhar tempo. Não abra a porta e avise a polícia, informando da urgência do atendimento.

- Se não houver reação, a possibilidade de violência física contra as vítimas é pequena. Assim, não se desespere.

- Assim que os criminosos deixarem o local, avise a polícia o mais rápido possível.

- Se você chegar e perceber sinais de arrombamento, não entre na casa, não permita que o ponto violado seja tocado ou removido, chame a polícia e aguarde a chegada de uma viatura no local. Depois, faça o registro da ocorrência na delegacia mais próxima.

No estacionamento:

- Prefira os estacionamentos pagos, deixar o carro na rua é sempre mais perigoso;

- Planeje o horário de chegada e de saída, depois disso decida onde vai deixar o carro. Muitas vezes você chega quando está claro e há bastante movimento na rua, e quando vai embora a rua já está deserta e escura;

- Se desconfiar de alguma coisa, passe direto por seu carro e reavalie a situação. Em dúvida, chame a polícia (190);

- Tire sempre a chave da ignição, mesmo que fique parado apenas por alguns instantes;

- Não deixe chaves de casa dentro do veículo. Elas podem ser usadas para assaltar sua casa posteriormente, principalmente se o carro conter adesivos, cartões de estacionamento ou qualquer outra coisa que identifique seu endereço;

- Nunca fique dentro do carro estacionado. Você se transforma na vítima perfeita;

- Não deixe nenhum objeto dentro do carro; coloque tudo no porta-malas;

- Antes de estacionar (ou quando retornar) olhe ao redor, veja se existe alguém ou alguma situação suspeita;

- Se ao retornar ao carro você observar “defeito” que impede o motor de funcionar, chame imediatamente o socorro de sua confiança.

- Alguém pode ter “criado” o defeito para “ajudar” você;

- Dependendo da situação ao seu redor (pessoas suspeitas, pouco movimento, noite, etc), não fique próximo ao seu carro;

- Se surpreender alguém mexendo no seu carro nunca se aproxime, procure ajuda sem ser notado. (lembre-se, nunca feche o espaço entre você e o criminoso).

Dirigindo:

- Não coloque no seu carro adesivos que possam identificar onde você mora, onde trabalha, academia que freqüenta, faculdade, etc. Isto pode ser usado contra você;

- Mantenha os vidros sempre fechados, ou minimamente abertos para permitir somente a entrada de ar, e as portas sempre travadas;

- Se estiver em um táxi peça para o motorista travar as portas e fechar os vidros;

- Ocorrendo uma “batidinha” leve na traseira do seu veículo aja rápido, observe pelo retrovisor as pessoas que estão no carro de trás.

- Se desconfiar de qualquer coisa, não pare, sinalize para a pessoa te seguir e dirija até um local movimentado, de preferência onde haja policiais ou seguranças. Se a intenção era te assaltar a pessoa não irá te seguir.

- Se ocorrer a noite ou em locais desertos “nunca” pare, mesmo que não desconfie dos ocupantes. Se o pneu furar à noite, ou em locais pouco movimentados, não pare. Dirija até um posto policial ou local movimentado;

- É preferível arcar com os prejuízos do veículo que correr o risco de ser assaltado;

- As abordagens em veículos só são possíveis se o veículo estiver parado, um criminoso nunca irá abordar um carro em movimento, sendo assim, evite parar ao máximo. Parado você se torna um alvo muito fácil;

- Por mais desumano que pareça, não pare para ajudar alguém à noite ou em locais pouco movimentados;

- Telefone para a polícia (190) e dê as orientações sobre o local onde a pessoa está necessitando de auxílio. Não deixe de ajudar, no entanto não pare;

- Criminosos usam mulheres e crianças para fazer emboscadas.

- Ao entrar no veículo ligue-o, trave a porta e saía imediatamente. Após isso coloque o cinto e só depois ligue o rádio, ajeite objetos, etc.

Quanto mais tempo parado maior o risco de uma abordagem;

- O criminoso não quer ter surpresas desagradáveis e, via de regra, escolhe os alvos mais fáceis, sendo assim as películas escuras são interessantes para inibir a ação de assaltantes; Se você achar que está sendo seguido por outro veículo não altere sua forma de dirigir. Dirija até um posto policial ou um local bastante movimentado onde haja seguranças ou policiais. Nunca pare o veículo e não escolha postos de gasolina para se proteger, eles são locais geralmente pouco movimentados e visados por criminosos;

- Ao chegar em casa, antes de parar o carro observe a rua, locais onde pessoas possam se esconder, árvores próximas, etc. Se notar a presença de alguém suspeito não pare;

- Não descuide da manutenção do seu veículo, mantenha pneus, fa róis, sistema elétrico, travas, motor, bateria, etc. sempre em ordem, evitando quebras que te obriguem a parar o veículo. Essas quebras podem acontecer a noite e em locais desertos;

- Se isso acontecer e for impossível não parar procure resolver o problema o mais rápido possível e deixar logo o local perigoso. Tenha sempre telefones de guinchos. O telefone celular é uma ferramenta extremamente útil, tenha um telefone e procure mantê-lo sempre com crédito.

- Se estiver dirigindo e algo líquido atingir seu pára-brisas não ligue os limpadores. Há relatos de um determinado tipo de resina que ao ser jogada no vidro e espalhada pelos limpadores provocam embaçamento que obriga o motorista parar. Quando desce do carro é abordado por criminosos que estão esperando logo à frente.

- Da mesma forma não pare se seu carro for atingido por pedras ou qualquer outro objeto.

Como proceder se houver uma abordagem a carro.

1º Tenha calma e peça calma: Mantenha-se calmo e peça que o criminoso tenha calma, faça ele se sentir no controle da situação, criminosos acuados ou com medo podem agir por impulso.

2ºObedeça rapidamente: Obedeça as ordens do assaltante e faça-as com calma porém com rapidez.

3ºInforme o que vai fazer: Mantenha as mãos onde o assaltante possa vê-las (no volante). Se for pegar objetos, soltar o cinto ou abrir a porta informe o assaltante e faça movimentos suaves. Lembre-se que o assaltante está nervoso.

4ºSe tiver que descer do carro faça de maneira correta: A pessoa deixa o veículo afastando-se do mesmo e não ficando entre a porta e o criminoso, pois como o criminoso está com pressa de deixar o local, ele pode empurrar a pessoa para dentro e acabar levando-a junto. Deixando a entrada livre para o criminoso, como ele tem pressa não irá tentar a puxar a pessoa para dentro, vai entrar e deixar o local o quanto antes.

Parado no semáforo:

- Quando o sinal estiver vermelho, procure manter seu carro à direita da rua. - - Geralmente os ladrões atacam pelo lado esquerdo, o do motorista. Ou na faixa central evitando também a calçada.

- Vá reduzindo a velocidade devagar, tentando chegar ao cruzamento quando o sinal estiver abrindo.

Lembre-se: Carro parado é alvo fácil.Evite as compras no sinal. Mesmo que o vendedor não seja ladrão, você se distrai, abre seu vidro e se expõe.

- Ladrões usam crianças para preparar o assalto. A criança se aproxima para pedir dinheiro ou vender algo, observa o interior do veículo procurando por maletas, computadores, carteiras, celulares e demais objetos de valor. Se o carro for interessante a criança “cola” um chiclete na lateral ou no pára-choques traseiro. No próximo semáforo o criminoso observa os carros “marcados” e sabe que ali há uma oportunidade de roubo.

- Coloque maletas e computadores no porta-malas e carteira e celular no porta-luvas;

- Se tiver que parar, mantenha sempre a primeira marcha engatada;

- Se suspeitar de alguma coisa, procure ficar “colado” na lateral do carro à sua esquerda, não deixando espaço para abordagem;

- Fique atento a tudo ao seu redor. Não se distraia;

- A surpresa é a grande arma do criminoso;

- Em geral a faixa central é a mais segura pois o criminoso irá agir pelas calçadas ou pelo canteiro central.

- Procure manter distância do veículo da frente, o suficiente para visualizar as rodas de trás do carro, assim você poderá se evadir rapidamente do local sem fazer manobras;

- Se a intenção for roubar o veículo as primeiras posições são mais perigosas, pois o criminoso terá a sua frente livre para deixar o local rapidamente;

- Se a intenção for roubar objetos as últimas posições também tornam-se perigosas já que o criminoso não irá se expor demasiadamente e terá maior facilidade para fugir por trás do veículo sem ter que transitar entre outros carros parados.

No caixa eletrônico:

REGRA N.º 01: NUNCA utilize caixas eletrônicos a noite, todo mundo que entra em um caixa durante a noite sai com dinheiro. Ninguém paga contas sábado à noite.

- Só utilize caixas em mercados, shoppings ou outros locais onde há seguranças e grande número de pessoas;

- Evite os caixas, procure planejar suas necessidades antes e sacar dinheiro em locais seguros;

- Não confie nas câmaras de segurança, elas não impedem que alguém te roube;

- Nunca aceite ajuda quando estiver em um caixa.

- Não exponha o dinheiro sacado.

Durante as compras:

- Observe contatos com pessoas mais de uma vez em corredores ou dentro de lojas. Um shopping ou um centro comercial possui muita gente, sendo assim, não é comum cruzar com a mesma pessoa mais de uma vez. Ela pode estar te observando;

- Se notar algo estranho procure entrar em uma loja pouco comum (homens em lojas de lingerie e mulher em lojas de artigos de pesca por exemplo) se a pessoa entrar ou ficar do lado de fora observando é muito provável que você está no processo de seleção de vítimas;

- Se isso acontecer procure um segurança do shopping e explique a situação. Na hora de ir embora peça que algum segurança te acompanhe até o carro;

- O criminoso irá perceber que você não é um alvo fácil e irá desistir da ação.

- Não leve muitos cartões de crédito, cartões de banco, muito dinheiro ou talões de cheque. Programe sua compra, escolha como irá pagar e saia de casa somente com o necessário;

- Não abra a carteira na frente da atendente de caixa deixando que ela veja seus cartões ou quanto dinheiro você tem. Já existem relatos de atendentes de caixa que faziam parte de quadrilhas. A atendente identifica as melhores vítimas e sinaliza para outras pessoas próximas que abordam a vítima no estacionamento ou do lado de fora do shopping;

- Shoppings são locais ideais para criminosos selecionarem vítimas: Observa durante as compras, segue até o estacionamento, identifica o carro e aguarda a melhor oportunidade para fazer a abordagem.

Durante a abordagem:

1. Fique calmo;

2. Peça calma ao criminoso;

3. Faça ele se sentir no controle da situação;

4. Nunca resista, entregue objetos que forem pedidos. Evite carregar grandes valores, documentos importantes ou objetos de grande estima, assim você não cria a tendência psicológica de resistir ao assalto;

5. Não transmita raiva ou sentimento de vingança;

6. Contra uma arma de fogo não existe força física suficiente;

7. O ladrão drogado ou bêbado tem reflexos alterados, sendo assim faça tudo com muita calma e com movimentos suaves;

8. Nunca crie situações que façam o criminoso sentir que está perdendo o controle;

9. Nunca revide a agressões físicas contra você ou contra seus acompanhantes;

10. Faça apenas que o criminoso mandar.

11. Em hipótese alguma tente reagir ou fugir.

12. Fale somente para responder a perguntas e para avisar antes de fazer qualquer gesto, como pegar uma carteira, por exemplo.

13. Não faça movimentos bruscos.

14. Não espere ponderação e bom senso de um assaltante.

15. Tente não demonstrar insegurança, nem confiança excessiva.

16. Procure manter a calma diante de uma arma, mesmo que isso pareça difícil. O criminoso está sempre mais nervoso do que a vítima, mas em geral, não tem a intenção de matar.

17. Tenha consciência de que há a possibilidade de existir outra pessoa dando cobertura ao crime.

18. Assim que o criminoso deixar o local, avise a polícia, o mais rápido possível, relatando o que aconteceu.

19. Lembre-se: O objetivo principal é sobreviver ao assalto. Pessoas que são assaltadas e saem vivas não viram manchete de jornal, pessoas mortas sim.

20. Tenha consciência de que há a possibilidade de existir outra pessoa dando cobertura ao crime.

21. Assim que o criminoso deixar o local, avise a Polícia, o mais rápido possível, relatando o que aconteceu.

22. Registre a ocorrência em uma Delegacia de Polícia.

23. Se você presenciar um assalto, mantenha-se afastado do local e evite interferir para não colocar em risco sua vida. Ligue para a polícia e repasse as informações possíveis. Após a saída do agressor, procure ajudar a vítima.

Viva com precaução, mas viva sem medo!



[F1]Proponho reunir lideranças religiosas, com autoridades da área. Podemos fazer uma apresentação a lideres religiosos ( pastores e lideres da igreja) para conhecerem melhor a questão da segurança publica e então convocar autoridades para discutir as medidas que estão sendo adotadas e outras sugeridas.

Essa pratica pode trazer um resultado importante na divulgação de medidas preventivas e servir como instrumento de pressão aos governantes e políticos, considerando que a igreja possui influência sobre seus membros, podendo refletir no grau de aceitação de um determinado dirigente.

[F2]Hoje tentei, porem não consegui o contato com Osmario (Vice), vou verificar a possibilidade de indicação, ate que eu sei a vaga estar aberta. O conselho irá ser instalado e terá importante atuação na gestão da segurança publica e no fundo municipal de segurança publica.

[F3]Segue sugestões de comportamento abaixo, podemos construir uma cartilha e distribui- la junto a comunidade e na Igreja.

[F4]Esse projeto teria por base a idéia de “CONHEÇA SEU VIZINHO”. Alem disso, medidas simples de proteção em grupo pedem ser adotadas e difundidas, alem da proteção mutua entre vinhos do mesmo quarteirão. Gestando sobre necessidades da rua que mora, como iluminação, lixo, poda de arvores, desobstrução de causadas e etc.

[F5]Cercas elétrica, câmeras de vídeo e alarme de segurança.